Saiba mais sobre estas aplicações

A LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) e a LCI (Letra de Crédito Imobiliário) são dois tipos de investimentos em renda fixa que possuem isenção de imposto de renda, como incentivo por parte do governo.

Funcionam de forma semelhante aos CDBs, ou seja, o investidor “empresta” dinheiro para a instituição financeira utilizar em suas operações de crédito a outras empresas. A grande diferença nesta modalidade é a destinação dos recursos de suas aplicações. No caso das LCAs, os recursos são destinados ao setor do agronegócio e, no caso das LCIs, ao setor imobiliário.

As LCis e as LCAs são, portanto, importantes títulos que auxiliam no desenvolvimento do setor do agronegócio e imobiliário do país.

Para o investidor, são uma boa opção, pois, além da isenção de impostos, este tipo de investimento geralmente apresenta rentabilidade superior à poupança.

Existem três tipos principais de LCIs e LCAs:

Prefixados

A taxa de rentabilidade é predefinida antes de investir o dinheiro, o investidor receberá sempre a taxa prefixada.

Por exemplo, em uma LCI/LCA com taxa préfixada em 15% a.a. o investidor receberá sempre este percentual durante todo o período que o dinheiro permanecer aplicado.

Juros + inflação

O investidor geralmente recebe um percentual fixado mais a inflação do período (IPCA).

Por exemplo, em uma LCI/LCA que remunere IPCA + 7% a.a., o investidor receberá os 7% a.a. mais a inflação do período em que o dinheiro permanecer aplicado. Se a inflação for de 10% a.a. neste exemplo, o investidor receberia um total de 17% a.a (7% + 10%).

Pós-fixados

É o tipo mais comum de LCI/LCA. A rentabilidade é baseada em um índice, sendo o CDI(Certificado de Depósito Interbancário) um dos mais utilizados.

Por exemplo, com a taxa CDI em 14,14% a.a., uma LCA/LCI que remunere 99% da CDI renderia o equivalente a 13,99% a.a.

A LCI e a LCA são consideradas investimentos em renda fixa. Elas são uma excelente opção para pessoas que buscam investimentos com rentabilidade superior à poupança, que superem a inflação e que possuam isenção de imposto de renda. 

Principais vantagens

Boa rentabilidade – Rentabilidade superior à caderneta de poupança e à inflação.

Rendimento diário – O dinheiro rende diariamente.

Isento de impostos – Não há incidência de IR.

Baixo risco – São consideradas investimentos de renda fixa de baixo risco.

Principais desvantagens

Liquidez – só podem ser resgatadas no vencimento do título, ou seja, é necessário esperar o prazo indicado antes de sacar o dinheiro.

Risco de Crédito – Se o banco quebrar, o investidor terá garantia de receber de volta R$ 250.000,00 garantidos pelo FGC. Valores superiores não possuem garantia.

Quem deve investir?

Quem planeja realizar projetos a curto e médio prazo. O ideal é combinar o prazo da aplicação com o prazo em que pretenda utilizar o dinheiro.

Exemplo: Caso pretenda utilizar o dinheiro em 2 anos, busque uma LCI/LCA com vencimento em 720 dias.

Quem busca uma aplicação com rentabilidade superior à inflação e à caderneta de poupança.

Quem busca investimentos isentos de imposto de renda.

Achou a informação relevante? Curta e compartilhe!