Saiba mais sobre esta aplicação

A poupança é um dos investimentos mais tradicionais do Brasil. Possui milhões de adeptos e é oferecida a pessoas físicas e jurídicas, por meio das instituições financeiras do país.

A poupança possui um papel social, pois as instituições financeiras devem destinar um percentual dos recursos depositados neste tipo de investimento a empréstimos para compra de imóveis

Apesar de sua popularidade, ela tem perdido parte de seus adeptos para outros investimentos mais rentáveis, devido as altas taxas de juros e à inflação do país.

Principais vantagens

Alta liquidez – Permite ao investidor sacar o dinheiro a qualquer momento.

Isenção de impostos – Não há tributação de imposto de renda, IOF ou outros impostos.

Baixo risco – É considerado um investimento de renda fixa de baixo risco.

Principais desvantagens

Perda do poder de compra – O investimento apresenta baixa rentabilidade e não é raro que perca para a inflação.

Rendimento mensal – Não possui rentabilidade diária, o dinheiro só rende a cada 30 dias.

Quem deve investir?

Investidor que busca construir uma reserva para emergências. Em função de sua alta liquidez, o investidor pode retirar o dinheiro a qualquer momento.

Para outros objetivos que não haja necessidade imediata do dinheiro, existem outras opções mais interessantes, de baixo risco e com maiores rentabilidades que a caderneta de poupança.

Achou a informação relevante? Curta e compartilhe!